Eu sinto muito

Eu sinto muito.

Muito mesmo.

Não é sobre arrependimento.

É sobre sentimento.

É subir no alto do monte Everest da felicidade.

E de lá despencar.

Sem paraquedas ou aquela roupa especial que faz o cara voar em queda livre (?)

É sentir o coração sair pela boca até se conformar que sim, voudardecaranochão. 

Fechar os olhos. Os punhos. Os ouvidos. 

Até ser catapultado misteriosamente de volta.

  Mas de repente tô aqui em cima.

Era pra estar aqui embaixo.

Planando. Como o pássaro brinca com o vento.

Só que o vento é quem brinca.

E se você sentiu que perdeu tempo lendo até aqui. Peço desculpas, mas eu avisei lá no começo.

Eu sinto muito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s